7 de dez de 2015

Substâncias Naturais Garantem a Saúde dos Cabelos



 (extraído)

Substâncias naturais garantem a saúde dos cabelos

Por Sheila Bellotti

Muitos pacientes me questionaram sobre alimentação e hábitos diários para manter a saúde dos cabelos. Apesar de não ter especialidade na área nutricional, tenho pesquisado, acompanhado e estudado muito sobre os princípios ativos de extratos vegetais e animais que auxiliam na prevenção da queda e saúde dos cabelos.
Devemos sempre ter em mente que um certo equilíbrio de vitaminas, nutrientes e oligoelementos, aliado a exercícios diários moderados e a uma boa dose de sabedoria, para evitar o stress, são ingredientes ideais para a saúde capilar.
Sabemos que o grande vilão da perda capilar é a dihidrotestosterona – DHT,  formado pela enzima 5-alfa-redutase que, junto com o hormônio testosterona, se transforma em DHT, este vilão miniaturizador de fios, que excita a glândula e aumenta a oleosidade. Enfim, faz muitos estragos e manda os cabelos para o chão.

O que fazer?
Numerosos estudos têm demonstrado que alguns extratos de plantas têm a capacidade de reduzir esta enzima e assim inibir a formação do DHT, melhorando a saúde capilar.



Chá Verde
Extrato de Semente de Uva
sardinha (ômega 3 )














O Chá Verde,
 a Serenoa Repens,
  a Urtiga (urtiga dióica),
 a Soja, 
a Vitamina B6,
 o Zinco,
 o Ácido Azelaico,
 o Extrato de Semente de uva ursi (procianidina B2),
 o Gérmen de Trigo,
 o Levedo de Cerveja, 
o Ômega 3 e
 o Ginseng, são alguns dos principais.

É sempre bom ressaltar que o consumo de ativos deve ser acompanhado da orientação de um especialista e com o acordo do seu médico. Ativos naturais e seus extratos têm eficácia comprovada, mas não são inofensivos só por serem naturais.

Qual a finalidade destas substâncias?
Chá Verde (Camellia sinensis) – O processo de produção do chá verde permite conservar uma grande quantidade de substâncias, vitaminas e anti-oxidantes.  Ele é rico em flavonóides, zinco, ferro, catequinas e polifenóis.  Também tem como propriedade, a redução do colesterol, esse inimigo do coração, e ainda contém baixo teor de cafeína. E o melhor de tudo é que não causa efeitos colaterais.
Suas propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas associadas ao tanino, que age como esteróide bloqueando a ação da enzima 5-alfa-redutase auxiliam no equilíbrio da produção de sebo. Em suma, o chá-verde tem se mostrado eficaz para a saúde dos cabelos e seu mecanismo de ação se resume na inibição da enzima, na ação anti-oxidante, na estimulação da irrigação sanguínea, na regeneração da pele, na ação anti-inflamatória entre outros.

Outra substância muito importante é o Ácido graxo polissaturado – Ômega 3. Esta substância é fundamental para a preservação da integridade cardiovascular e controle da dermatite psoríase, entre outros males cutâneos. O mecanismo do Ômega 3 no cabelo passa também pela redução da enzima 5-alfa-redutase e é parte integrante da membrana biológica dos tecidos, além de ter ação vasodilatadora.
A onda agora é comer SARDINHA!  Potente fonte de Ômega-3, ao lado do salmão e do atum.
Além destas substâncias, ter uma alimentação balanceada, beber dois litros de água por dia e incluir proteínas, carboidratos, gorduras consideradas boas, vitaminas e oligoelementos nas refeições. Devemos sempre levar em consideração tanto a qualidade, quanto a quantidade dos alimentos que ingerimos. A carência de proteínas, reduz o diâmetro do fio e pode afetar a produção de melanina, provocando o embranquecimento precoce dos fios, coisa que ninguém quer.

Outro elemento muito importante é o aminoácido cistina. Devido a seu elevado teor de enxofre, ele confere resistência e estabilidade à estrutura dos cabelos.  Sua carência provoca alteração na produção de queratina, essencial na formação do pêlo. Portanto, devemos optar por ingestão de carnes brancas e peixe, evitar o abuso de carnes vermelhas, colocar soja em nosso cardápio e, ainda, leite e ovos que fornecem grande quantidade de proteínas.

Já os Ácidos Graxos polissaturados Ômega 3 e 6, quando bem administrados e escolhidos, também auxiliam na saúde em geral e evitam a descamação do couro, secura cutânea, queda dos cabelos e alteração da estrutura do pêlo.  Para obtê-los, escolha sardinha, salmão, merluza, nozes, azeite de oliva extra-virgem e uma pequena porção de chocolate para o seu dia-a-dia.
E as Vitaminas?  Estas substâncias são indispensáveis para o correto  funcionamento do nosso organismo e a integridade de nossos cabelos. Ponha no seu cardápio diário, frutas e verduras, mas nada de excesso!
Poderia passar horas e horas falando sobre a saúde, elementos, estudos e demais ativos que auxiliam os cabelos.  Mas, acredito que muito ajudará se fizer uma pequena lista do que não se deve fazer e o que não faz bem para as madeixas.



- Stress
- Fumo
- Álcool
- Certos medicamentos
- Água quente
- Mudança brusca de temperatura
- Abuso de café
- Radiação UVA e UVB fora dos horários saudáveis.
- Ficar vários dias sem lavar os cabelos
- Xampus inadequados
- Escova de Formol – mesmo aquelas que prometem uma quantidade baixa do formol.

E quando dúvidas e problemas aparecerem, como queda, caspa, seborréia, rarefação, quebra, entre outros, não hesite em procurar um especialista. Um tricologista auxiliará você a resolver seus problemas capilares. Já existem terapias, Laser, Estimulação, Nutrição e Oxigenação que podem oferecer o caminho mais seguro para a manutenção saudável de seus cabelos.




OBS: Sheila Bellotti é especialista em Terapia Capilar e Tricologia. O Centro Capilar Sheila Bellotti, no RJ,  está credenciado no Facilitando sua Vida na área de Saúde Capilar. www.sheilabellotti.com.br

Beijinhos meninas espero que tenham gostado!